Iporã: PM registra dois roubos, um homicídio e detém uma pessoa por tráfico de drogas


O setor policial de Iporã foi bastante movimentado neste sábado (10), com o registro de dois roubos, sendo um tentado, a morte de um suspeito de participar destes roubos, e a prisão de uma pessoa por trafico de droga.

ROUBO I:

O primeiro deles foi registrado na Avenida Visconde do Rio Branco, esquina com Guilherme Tissiani, no Alto Ipiranga. 

A vítima, um senhor, relatou aos policiais, que um rapaz estava próximo ao muro da casa vizinha e ao ser visto, lhe perguntou se ali morava uma determinada pessoa. Ainda segundo a vítima, neste momento, o suspeito pulou o muro da residência, lhe rendeu com uma faca, anunciou o roubo, lhe amarrou e pediu a chave da caminhonete, uma S10.

Ainda de acordo com a vítima, enquanto o assaltante estava ao telefone fazendo contato com supostos comparsas, conseguiu se soltar, correr e se trancar no banheiro. O assaltante tentou arrombar a porta do referido banheiro e ao não conseguir saiu correndo da casa levando somente o celular da vítima. Ao correr, o suspeito deixou cair no local, um celular, usado para fazer contato com os comparsas e uma carteira contendo documentos em nome de M. A. de O. S. G., pessoa conhecida no meio policial pela alcunha de “Paulistinha.”. 

Os policiais fizeram diligências, mas não localizaram o mesmo.

ROUBO II

O segundo roubo foi na Rua Jaime Clark, área central de Iporã, pouco tempo depois, por volta das 12h00.

A vítima relatou que estava na residência, juntamente com sua mãe, quando duas pessoas invadiram a casa, sendo, pelo menos uma delas armada de faca, e anunciaram o roubo.

Ainda segundo a vítima, os elementos fizeram diversas ameaças e exigiram a chave do veiculo, um Hiundai Azera, de cor branca, reviraram toda a residência e se apossaram de dinheiro e vários objetos. 

Enquanto os assaltantes estavam no local, chegou um senhor com um veiculo Palio, que também foi rendido, amarrado, e trancado em um quarto, juntamente com os demais. Os assaltantes foram embora levando o veiculo Azera e os objetos furtados.

Ao conseguir se soltar, já por volta das 13h50, as vitimas acionaram a Polícia Militar. Como os assaltantes estavam de “cara limpa”, foi mostrada a foto de “Paulistinha”, que havia tentado o roubo um pouco antes, e o mesmo foi reconhecido como sendo um dos suspeitos do roubo.

Toda região foi alertada, mas os suspeitos e o veiculo não foram localizados.

A MORTE DE “PAULISTINHA”

Por volta das 20h30, deste sábado, a PM foi acionada por uma pessoa, que relatou ter ouvido vários disparos de arma de fogo, próximo a sua residência, na Estrada Margarete.

Ao chegar ao local indicado, os policiais encontraram o corpo de um homem seminu, que imediatamente foi reconhecido como sendo de Mauricio Augusto de Oliveira Santos Gonçalves, 25 anos, o vulgo “Paulistinha”, alvejado por vários disparos de arma.

Como não foi localizada testemunhas do crime, a área foi isolada e a Polícia Civil e IML acionados.

TRÁFICO DE DROGA:

Uma denuncia anônima levou a PM a realizar a prisão de um suspeito, que já vinha sendo monitorado há vários dias.

O denunciante informou que a pessoa de iniciais, U. R. P., era traficante de droga e naquele momento iria fazer entrega a um usuário defronte o Colégio Pamphilo e que o suspeito estaria em uma moto Honda Biz de cor amarela.

A denúncia se confirmou e o suspeito foi abordado com a referida moto e encaminhado ao destacamento para revista, uma vez que havia a informação que o mesmo carregava a droga dentro da cueca.

Em revista foram localizados, segundo a PM, com o suspeito, oito buchas de cocaína, três pedras de crack e R$ 174,00 em notas de baixo valor.

Com a confirmação da suspeita, os policiais foram a residência do detido, na Rua Pastor Nilson Ferreira Braga, onde foram localizados, uma balança de precisão e R$ 2.204,00 em notas de pequeno valor.

O detido, e os objetos apreendidos foram entregues na delegacia para as medidas cabíveis.





Todos os direitos reservados. © Copyrıght 2015
Desenvolvido por Azz Agência